Home  >>  Publicações  >>  Cases  >>  Lixo orgânico ajuda a resolver crise energética

Cases

Lixo orgânico ajuda a resolver crise energética

Qual é a Prática?

A Geo Energética provê uma fonte de energia limpa e renovável que é capaz de funcionar o ano todo. Para garantir a oferta de material orgânico, realiza parcerias com agronegócios e co-investe na produção da usina, estocando matéria-prima. Em um processo simples de biodigestão desenvolvido pela empresa, ela consegue transformar resíduos da cana de açúcar, que seriam descartados e causariam danos ambientais, em fonte de energia. O biogás produzido pode ser convertido em eletricidade ou em biometano, que é uma alternativa mais econômica e sustentável para o diesel utilizado nas usinas atualmente, e fertilizante, que volta para os campos de plantio de cana de açúcar e, assim, fecha seu ciclo de nutrientes.

Onde ela ocorreu?
A prática ocorre em Londrina

Quando ela ocorreu?

A Geo Energética existe desde 2001.

Por que?

Em tempos de escassez, cresce mais ainda a necessidade de se ter fontes de energia renovável. Segundo os cálculos da própria Geo Energética, os resíduos de uma safra de cana-de-açúcar, cuja colheita chega a superar 530 mil toneladas, são suficientes para gerar 80% da energia elétrica produzida pela Usina de Itaipu, que tem capacidade instalada para 14 gigawatts. Enquanto isso, o crescimento da população brasileira faz com que o consumo de energia cresça junto: a previsão é de 29 gigawatts até 2021.

Diferente de outras fontes de energia, como hídrica, solar e eólica, que são suscetíveis às oscilações climáticas, o biogás é previsível e confiável. Essa doce alternativa permite reduzir os resíduos gerados pela cana de açúcar e suprir a demanda do consumo de eletricidade no país, sem apresentar nenhum impacto negativo ao meio-ambiente

Clique aqui e leia mais.

Conheça a história da GeoEnergética.