Home  >>  Publicações  >>  Cases  >>  Empresas no ramo da saúde usam iniciativas de gestão para inovar

Cases

Empresas no ramo da saúde usam iniciativas de gestão para inovar

On fevereiro 12, 2016, Posted by , In Cases, By ,, , With No Comments

O que é?
A inovação já está sendo cotidianamente incorporada ao setor de cuidados da saúde, inclusive no Brasil, e deixou de parecer ficção científica. As mentalidades e a cultura têm mudado, à medida que se associam inovações a eficiência – redução de erros e custos.
Na medida que o ambiente muda cabe as empresas da área de saúde gerenciar as inovações, que não são poucas e que acabam influenciando e servindo de exemplo para outras organizações.

Como?
Pode-se listar sete iniciativas de gestão para inovar, como,
1) Esforço de atualização;
2) Foco no aproveitamento mais eficiente de cada tecnologia adotada,
3) Incorporação do big data,
4) Empoderamento do cliente (paciente),
5) Inclusão da inovação no planejamento estratégico,
6) Criação de cargos mediadores e
7) Pesquisa e desenvolvimento.

Porque?
As sete iniciativas acima elencadas podem colaborar no aumento de velocidade do processo decisório ou do processo interno da organização, afinal sabe-se que as organizações que atuam com saúde possuem estruturas vagarosas. Verificar viabilidade das possibilidades existentes de forma eficiente quando estamos falando em salvar uma vida, ou diminuir ansiedades ou frustações de pacientes, é essencial.
“Uber” e “Airbnb” são ícones da economia compartilhada, ou seja, negócios que monetizam um recurso – carro e quarto – ocioso. A tendência chega às salas de cirurgia – por enquanto, as norte-americanas. A Cohealo criou um software que transfere, em um ou dois dias, um equipamento que está ocioso em um hospital para outro onde ele será útil. Estão conectados nessa rede 70 hospitais e presume-se que se economize US$ 1 milhão ao ano.

Clique aqui e leia mais.