Home  >>  Publicações  >>  Artigos  >>  Como se dá a segurança de quem trabalha com a segurança pública? O Trabalho Policial, Medos e Privações

Artigos

Como se dá a segurança de quem trabalha com a segurança pública? O Trabalho Policial, Medos e Privações

Este artigo objetiva trazer à luz alguns dados de pesquisa acerca do medo e das privações vividos pelos policiais em seu trabalho. Para isso, procedeu-se à pesquisa qualitativa, com a utilização de um estudo de caso. Os dados foram obtidos através de observação direta e de entrevistas semiestruturadas com oito policiais do DECA (Departamento Estadual da Criança e do Adolescente), da Polícia Civil do Rio Grande do Sul e analisados com base na análise de conteúdo. Os principais resultados dão conta de que o trabalho do policial civil possui características bastante objetivas, como a construção de inquéritos policiais e a investigação de crimes.

As características subjetivas do trabalho desses profissionais demonstram que eles realizam suas atividades em condições muitas vezes precárias e muito próximas do perigo, fazendo com que suas rotinas de trabalho e de vida sejam perpassadas pelo medo. Isso os coloca em situação de duplo alerta, ao se sentirem responsáveis pela segurança da sociedade, se veem também obrigados a permanecer em estado de prontidão para sua própria segurança e daqueles que privam de suas relações.

Clique aqui e leia o artigo na íntegra.