Home  >>  Pauta do dia  >>  Ministério da Educação faz ranking de universidades do país

Pauta do dia

Ministério da Educação faz ranking de universidades do país

O MEC (Ministério da Educação) acaba de divulgar o Índice Geral de Cursos (IGC) referente a 2015, indicador de qualidade que avalia as instituições de ensino superior no País. O IGC é calculado por instituição de ensino superior (IES) e considera a média do Conceito Preliminar de Curso (CPC) dos…

O MEC (Ministério da Educação) acaba de divulgar o Índice Geral de Cursos (IGC) referente a 2015, indicador de qualidade que avalia as instituições de ensino superior no País.

O IGC é calculado por instituição de ensino superior (IES) e considera a média do Conceito Preliminar de Curso (CPC) dos cursos avaliados da instituição, no triênio de referência, ponderada pelo número de matrículas, além da média dos conceitos da avaliação trienal da Capes dos programas de pós-graduação stricto sensu, ponderada pelo número de matrículas. Para instituições sem programas de pós-graduação stricto sensu avaliados pela Capes, o IGC é a média ponderada dos CPC de seus cursos de graduação.

O índice vai de 1 a 5, e as notas na faixa 1 e 2 indicam mau desempenho passível de punição. Uma destas punições pode ser até proibição de novos vestibulares até que medidas para a melhora de desempenho sejam postas em prática. Em 2015; 0,4% das IES obtiveram conceito 1; 4%, conceito 2; 67%, conceito 3; 16,6%, conceito 4 e 1,1% conceito 5.

Das 50 melhores colocadas, 37 instituições de ensino superior são federais, sendo que a maioria (dez) está localizada em Minas Gerais. Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul têm quatro instituições cada, enquanto São Paulo tem três. Somente quatro IES são privadas: : PUC Rio (20º lugar), PUC-SP (21º lugar), Unisinos, do Rio Grande do Sul (29º lugar) e PUC-RS. E, apesar das universidades estaduais aparecerem em número inferior ao de federais, o ranking é liderado por uma dessas instituições, a Unicamp (Universidade Estadual de Campinas).

Em 2015 foram avaliados os bacharelados em Administração; Administração Pública; Ciências Contábeis; Ciências Econômicas; Comunicação Social – Jornalismo; Comunicação Social – Publicidade e Propaganda; Design; Direito; Psicologia; Relações Internacionais; Secretariado Executivo; Teologia e Turismo; além dos tecnológicos Comércio Exterior, Design de Interiores; Design de Moda; Design Gráfico; Gastronomia; Gestão Comercial; Gestão da Qualidade; Gestão de Recursos Humanos; Gestão Financeira; Gestão Pública; Logística; Marketing; Processos Gerenciais.

Baixo desempenho

Duas instituições federais dentre 230, obtiveram resultado inferior a três na faixa do IGC. São elas: Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Acre e Universidade do Tocantins, que é mantida pelo governo estadual.

Entre os centros universitários, quatro instituições aparecem com nota inferior a três dentre 149 participantes do ranking. São eles: Centro Universitário Luterano De Manaus (AM), Conservatório Brasileiro De Música (SP), Centro Universitário UNIRG (TO) e Centro Universitário Paulistano (SP).

Em relação às faculdades, a lista de escolas com desempenho inferior a três, no IGC, é composta por 307 instituições. O número equivale a quase 18% do total de instituições avaliadas.