Home  >>  Boas Práticas  >>  Educação  >>  Criação do Banco Nacional de Itens gera menos gastos, mais segurança e qualidade ao ENADE

Educação

Criação do Banco Nacional de Itens gera menos gastos, mais segurança e qualidade ao ENADE

On fevereiro 11, 2016, Posted by , In Educação, By ,,, , With No Comments

O que é a pratica?

Criação, implementação e gestão do Banco Nacional de Itens (BNI) do Exame Nacional do Desempenho dos Estudantes (Enade) para possibilitar a melhoria dos processos que envolvem a elaboração dos instrumentos de avaliação aplicados no exame.

Quando ocorreu?

De 2004 até 2009 foi apresentado o Projeto Básico para a construção de instrumento de avaliação de desempenho dos estudantes.

De 2010 a 2013 foi criado o Banco Nacional de Itens do Enade. Atualmente, para cada área avaliada no Enade são convocados 16 elaboradores e quatro revisores de itens, somando 20 especialistas por área.

Onde Ocorreu?

Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). 

Porque?

Para atingir os níveis desejáveis de qualidade na educação superior no país, deve-se considerar a prova do Enade como um importante e complexo instrumento de diagnóstico da situação educacional no País e de promoção da qualidade nos cursos de graduação.

O exame contribui para uma gestão eficiente dos processos de ensino, uma vez que, por meio da verificação do desempenho dos estudantes, há possibilidade de reorientação dos currículos das instituições e de desenvolvimento de políticas de regulação, supervisão e financiamento da educação superior.

Anterior a esta iniciativa o Inep não tinha controle sobre a construção ou quanto ao cumprimento de aspectos técnicos e formais, em decorrência da ausência de prévio acesso aos itens elaborados. Os itens só eram conhecidos pelo órgão no momento em que já eram apresentados na prova. Claramente isso gerou menor controle da segurança da informação.

Além disso, havia limitação da participação da comunidade acadêmica na elaboração dos instrumentos, ausência da garantia do cumprimento de padrões quanto à técnica/procedimentos/regras a serem utilizados no momento da construção/revisão dos itens e da equipe do Inep no processo de construção da avaliação, e por fim, havia maior gasto, pois o processo realizado por meio de contratação dos serviços.

Clique aqui e leia mais.